Golden Visa

Golden Visa

Golden Visa

Muito se tem falado sobre a atribuição de Golden Visas (Vistos Dourados).

Mas o que são, na verdade, estes vistos? Quais são as vantagens?

Golden Visa

Se estiver interessado na obtenção de visto de residência a partir do Golden Visa, poderemos dar todo o auxílio necessário neste processo, assegurando os detalhes para que todo o procedimento seja um sucesso.

 

Obtenção de Autorização de Residência em Portugal para Atividade de Investimento (ARI):

As atuais disposições legais abrem a possibilidade aos investidores estrangeiros de requererem uma autorização de residência para atividade de investimento, a quem tiver entrada regular em território nacional (portadores de vistos Schengen válidos ou beneficiários de isenção de vistos), mediante a realização de transferências de capitais, criação de emprego ou compra de imóveis.

 

Quem pode requerer?
A legislação está em revogação e o investidor passa a poder optar por uma das seguintes actividades de investimento, para obtenção de autorização de residência:

  1. Aquisição de bens imóveis de valor igual ou superior a € 500.000,00 (quinhentos mil euros);

  2. Aquisição de bens imóveis, cuja construção tenha sido concluída há, pelo menos, 30 anos ou localizados em área de reabilitação urbana e realização de obras de reabilitação dos bens imóveis adquiridos, no montante global igual ou superior a € 350.000,00 (trezentos e cinquenta mil euros);

  3. Transferência de capitais no montante igual ou superior a 1 milhão de euros;

  4. Criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho.

Para além das alterações acima enunciadas está, ainda, prevista a inclusão de investimento em capital de risco, actividades de produção cultural, investigação científica e uma discriminação positiva, através de redução em 20% do investimento em territórios de baixa densidade e produtividade.

 

Documentos necessários:

  • Passaporte válido;
  • Portador de visto Schengen, se aplicável, e regularizar a situação junto do SEF no prazo de 90 dias a contar da data da primeira entrada em Portugal;
  • Registo criminal do país de origem ou do país onde resida há mais de um ano;
  • Declaração a autorizar consulta do registo criminal português;
  • Declaração negativa de dívida atualizada emitida pela Autoridade Tributária e Aduaneira e pela segurança social;
  • Declaração, sob compromisso de honra, pela qual o requerente atesta que cumprirá os requisitos da atividade de investimento em território nacional;
  • Seguro de saúde.

Este visto permite circular livremente e trabalhar na Europa (Shengen), sem quaisquer restrições para qualquer investidor.

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

AceitarComo configurar